Colbie Caillat - I Do

28 de maio de 2011



Tem tocado bastante por aí, não? Escutei até no supermercado outro dia...

A Colbie Caillat tem um jeitinho bem gostoso de cantar. Eu gosto. Tem uma outra música que ela canta com o Jason Mraz que chama Lucky que é bem bonitinha - e de casamento - também. Conhecem?

Mas eu gosto mais desta... principalmente este trechinho ó:

You make me wanna say
Você me faz querer dizer

Meet my family, how is your family
"Conheça minha família, como está sua família"

Ooh, can we be a family?
Ooh, podemos ser uma família?

And when I'm many years old and sitting next to you
E quando eu estiver velhinha e sentada ao seu lado

And we'll remember when we said
Vamos nos lembrar de quando dissemos

I do, I do, I do, do do do do do do doo
Sim, sim, sim, sim, siiim

Oh baby, I do, I do, I do, do do do do do do doo
Oh querido, sim, sim, sim, sim, siiim

A hora do "sim" é tensa, mas acho que a hora dos votos é pior. Certeza que vou me enrolar toda para falar bonitinho. Se é que não vou estar soluçando de tanto chorar, nee... vixi...


Cris


Contradição

24 de maio de 2011
Imagem: GettyImages

Cris: Quem disse que dieta+exercícios emagrece?! Depois de um mês, ainda não vi resultados...

Eriquinha: Se dieta e exercícios emagrecesse baleia não seria gorda. Só come peixes e nada o dia inteiro!!!!

Para noivas curiosas

23 de maio de 2011

Imagem: GettyImages

Pegando um gancho no post anterior, queria falar um pouquinho sobre algumas mensagens que recebemos pelo marcioetcris[arroba]gmail[ponto]com.

Vira e mexe a gente recebe emails de noivas curiosíssimas querendo saber o valor de cada detalhezinho do casamento. Na verdade, são perguntas mais específicas, do tipo "quanto você gastou com decoração?" ou "quanto vocês pagaram por pessoa no Zest?" ou "quanto de desconto a Estação São Paulo te deu?". E tem também as mais ousadas que querem saber o valor total da nossa festa "qual é o budget de vocês?".

No começo do blog e dos preparativos, eu costumava colocar os valores que nos eram passados, simplesmente para ter uma noção de cada item. Se for pensar, o que tem preço fixo mesmo é apenas o espaço, e mesmo assim dá para tentar negociar formas de pagamento.

Mas hoje em dia, se alguém me pergunta quanto gastamos com isso ou aquilo eu tenho um pouco de medo de responder. Primeiro porque é meio constrangedor, convenhamos, falar sobre quantias que têm mais de quatro dígitos. Eu pelo menos acho bem desagradável. Segundo porque os valores, na sua grande maioria, são do ano passado, e acho injusto com os fornecedores passar um valor desatualizado. E terceiro porque o número de convidados que temos certamente é diferente do seu e isso muda muitos números.

Não me sinto à vontade para dizer quanto gastamos de decoração, por exemplo, porque 10 convidados a mais são 01 mesa + 10 cadeiras + 01 arranjo floral de mesa + 10 sousplats + mão de obra a mais no orçamento. E dependendo da cadeira que você escolheu (sim, existem vários tipos de cadeiras) ou do tipo de sousplats (pelo menos 4 opções de valores) para uma determinada mesa, o orçamento final pode aumentar ou diminuir bastante. E isso vale para a maioria dos fornecedores, sabe: o aluguel de um vestido que pode ser o dobro de um outro modelo, um sabor a mais no bar de cairpirinhas, um docinho mais caro que os outros... já deu para sentir, nee?

E eu fico me perguntando - e perguntando para o Marcio - porque as pessoas preferem procurar a gente do que procurar o próprio fornecedor. Não seria mais simples e mais preciso? O máximo que pode acontecer é você receber um orçamento totalmente fora do que você esperava e ter uma parada cardíaca. Hahaha... brincadeirinha, viu, gente... não desejo isso para ninguém... se bem que a gente teve muitos sustos com orçamentos...

Mas é certo que os valores de todos os fornecedores - talvez o de espaços nem tanto - variam muito conforme algumas características do seu casamento:

- número de convidados (o valor por pessoa de um buffet pode variar se tiver 100 ou 300 convidados)
- mês do ano (dezembro é mais concorrido e mais caro)
- dia da semana (de sábado tudo é mais caro que de sexta ou domingo)
- local da cerimônia religiosa (o número ideal de integrantes do coral varia conforme o tamanho do local)
- onde vai ser a festa (na capital, no interior, no litoral, no espaço onde ele não é cadastrado)
- horário da festa (almoço, jantar, brunch)
- tipo de serviço do buffet (americano, francês, finger food)
- se o espaço dispões de móveis ou se eles são locados a parte
- etc. etc. etc.

Sem contar que ter uma assessora, aliás, ter a Eriquinha como assessora facilita em muitos momentos. Na negociação, na forma de pagamento, em descontos, em brindes - não é tudo ao mesmo tempo não, viu? Vai que aparece alguém querendo que assessora faça milagre, nee... Mas eu imagino que os fornecedores gostam mais de noivos com assessoria e acabam cedendo um pouquinho mais porque, mantendo um bom relacionamento com a assessora, cuidando bem dos noivos que ela traz, ela pode te indicar mais bons clientes. É uma relação de benefício mútuo. Faz sentido?

Fato é que nós adoramos todos os fornecedores que contratamos. Sem exceção. A última coisa que gostaríamos de fazer é prejudicá-los passando informações desatualizadas neste mundo tão dinâmico que é o mercado de casamentos. Os contatos estão nos posts e garanto que vocês serão muito bem atendidos. Se não forem também, por favor, avisem para a gente verificar o que está acontecendo - não gostamos de fornecedores ruins, lembram?

Agora, se for alguém que a gente não foi muito com a cara ou que não gostou do atendimento, certamente não aparecerá aqui ou a gente avisa que não gostou. Não se preocupem.

Bom, mas qualquer outro tipo de pergunta a gente responde na boa, viu?

Marcio: Quanto você tá pesando agora?

Cris: Isso não vale!!


Cris

Quanto custa um casamento de luxo para 200 convidados?


Imagem: GettyImages

Aí ó para quem se interessar: uma reportagem do UOL Economia mostrando quanto se pode gastar com cada fornecedor em um casamento de luxo para 200 pessoas. 

E a Estação São Paulo e o Allegro aparecem na lista ! Desconfiava que a gente era chique, mas não tanto. Brincadeirinha, viu... vocês não acham mesmo que contratamos 50 vozes, um tenor solista e um maestro por R$ 32 mil, acham? Nosso pacote é mais singelo...

Detalhe$ dos valores clicando aqui.


Com filme em 3D e Rolls-Royce, casamento de luxo pode custar R$ 2 milhões
Carlos Iavelberg
Do UOL Economia, em São Paulo


Filmagem em 3D, Rolls-Royce, convite com renda francesa, aliança com diamantes, champanhe, coral com tenor, joia de lembrancinha...são tantas coisas que envolvem um casamento, que não há limites para a imaginação (embora haja no bolso) nesta hora. Mas quanto será que é possível gastar em um supercasamento de luxo?

O valor da união entre o príncipe William e a plebeia Kate Middleton, por exemplo, virou segredo de Estado, mas a mídia britânica não deixou de especular quanto o casamento pode ter custado, e as cifras variaram muito: entre 12 milhões de libras e 32 milhões de libras (R$ 31,7 milhões e R$ 84,5 milhões).

 “A economia do Brasil está aquecida e todos os preços estão subindo. Não falo de valores. O casamento é a festa mais importante de uma família. Cada um sabe quanto gastar”, diz Vera Simão, cerimonialista e presidente da Abrafesta (Associação dos Profissionais, Serviços para Casamento e Eventos Sociais).

Segundo a organização, o setor de casamento movimentou cerca de R$ 10 bilhões ao longo de 2010.

Para saber as cifras que uma união de luxo pode custar, o UOL Economia fez um levantamento com diversas empresas na cidade de São Paulo e chegou a um orçamento de quase R$ 2,1 milhões. Veja no UOL Economia mais detalhes sobre os valores.

Os valores obtidos não são, necessariamente, os mais caros encontrados na cidade, podendo haver empresas que cobrem mais por algum serviço ou produto.

Também é importante deixar claro que foram solicitados os valores mais caros que as empresas possuem, o que não quer dizer que elas não ofereçam serviços e produtos mais baratos.

Para pesquisar os preços, foi considerada uma cerimônia religiosa e uma festa para 200 convidados.


Sapato de noiva para pé gordinho

22 de maio de 2011

Imagem: GettyImages

Essa história de "pé gordinho" me persegue. 

Outro dia fui na Maurício Calçados e tive que ouvir que meu pé é "fortinho". Gordinho, fortinho, fofinho... ô eufemismos horríveis, heim? Não gosto, mas fazer o que...

Minha busca pelo sapato de noiva começou quando fechei o vestido e me pediram para comprar um sapato até o dia da primeira prova - que acontece no começo de junho. A loja me indicou a Durval Calçados e eu fui lá três vezes: uma sozinha, uma com mamãe e uma com o noivo. E saí de lá com as mãos - e os pés - abanando as três vezes.

Da primeira vez fui sozinha para conhecer as opções de modelo porque, para variar, eu não fazia ideia de que modelo eu queria: chanel,  peep toe, scarpin, sandália, sapatilha, salto alto, bico fino, bico redondo, enfim, estava perdida. A Durval só tem modelos lindos e que agradam a maioria das noivas. A maioria, porque eu não me apaixonei por nenhum modelo, principalmente porque achei que eles não ficaram tão bons no meu pé, ou eram meio apertadinhos ou meio compridos - justamente por causa do meu "pé gordinho". 

Com essa história de engordar, eu não imaginava que meu pé 34/35 também se tornaria um problema. Acontece que agora, um sapato 35 que era super confortável ficou apertado porque meu pé não cresceu, mas porque engordou e um sapato 36 fica sobrando apesar de dar certinho dos lados. Sério?! Seeeerio...

Aí, me indicaram essas lojas de sapatos que fazem pares sob medida. Uma delas é a Maurício Calçados que fica em Perdizes - e que tem um preço melhor que a única que eu conhecia, a Kila, vizinha de rua da Wanda Borges. Se for fazer uma comparação tosca, os preços da Kila estariam para a Wanda Borges, assim como os da Maurício Calçados estão para a Nova Noiva. Deu para entender? É tudo mais caro que uma loja de sapatos de shopping, mas na Kila os preços têm um dígito a mais.

Na Maurício Calçados, a cliente pode escolher o salto, o bico, o fecho, o tecido, se quer colocar lacinhos, brilhinhos, enfim, o sapato sai do jeito que a cliente imaginar.

Ou quase, se a cliente for uma noiva do tipo super criativa (eu! eu!). Pois é... eu levei uma fotinha de um sapato para perguntar se eles poderiam fazer algo parecido e a resposta foi "não, não fazemos esse tipo de sapato". Aí vocês devem estar imaginando a aberração que eu devo ter levado, não é? Olha que nem era um sapato tão exótico... era um scarpin de bico redondo. Só.

E a vendedora tentando me convencer que um sapato de bico fino é mais apropriado para noivas, que para um pé gordinho como o meu é melhor sapato tipo chanel, com tira ajustável ao invés de scarpin. Será?

Bom, daqui duas semanas tem prova do vestido (sim, até lá eu termino de escrever a saga do vestido) e estou pensando em ir na Durval pela 4a vez... será que a Yumizinha ou alguma outra madrinha se habilita?


Cris, torrando a paciência de todo mundo 


Durval Calçados Finos
www.durvalcalcados.com.br


Maurício Calçados
www.mauriciocalcados.com.br
contato@mauriciocalcados.com.br

Rua Venâncio Aires, 782
Pompéia  São Paulo  SP
Tel: 11.3862.3984

Contato: Marisa


Pato Fu - Antes que seja tarde

21 de maio de 2011


Mais uma direto do túnel do tempo.

Adoro Pato Fu. Adoro principalmente a Fernanda Takai, a sua voz macia, seu jeito camaleônico de cantar, sua irreverência, sua inteligência e seu carisma.

Agora estou montando uma lista de músicas para tocar no chá bar. Hohoho... tô me sentindo a DJ! Já coloquei Backstreet Boys, Pato Fu, No Doubt, The Cardigans...tá, é meio nada a ver com Casamento Hits mas são músicas tão legais...!

Ultimamente é difícil eu achar uma música "super legal". E, para piorar, só tenho escutado músicas tuts tuts de academia... o que vocês têm escutado?


Cris


Tempo na academia

18 de maio de 2011

Imagem: GettyImages

Na saída da academia:

Cris: Ah...! Nada como um bom banho depois de exercícios!

Marcio: Achei que você tinha desmaiado lá dentro...

Cris: Ai Amorzinho! A gente nem cansou tanto assim hoje!

Marcio: Não é isso. Você correu 20 minutos e demorou 30 minutos pra tomar banho...!

Cris: Ah... é prá não precisar tomar em casa de novo...



Dieta da Kate

16 de maio de 2011

Imagem: Uol









Deixa eu contar a última da noiva: Dieta da Kate Middleton.

O nome verdadeiro é Dieta Dukan, mas eu chamo de Dieta da Kate mesmo. É a versão francesa das dietas de proteínas que existem por aí e, vamos combinar que, tudo que é francês tem um ar mais chique! Hahaha... brincadeirinha...

Eu gosto de proteínas mas sou alucinada pelos carboidratos. Adoro um pãozinho, uma macarronada e, como boa filha de japoneses, refeição sem arroz não é refeição, como já dissemos em outro post. Por isso estava enrolando para testar a tal da dieta de proteínas que a dona Danila já tinha sugerido, que a Yumi já tinha feito, que a Cris do Spoc já tinha recomendado.

Além do arroz, claro que os doces - e chocolates! - ficam de fora nessas dietas porque açúcar = carboidrato. E outra coisa que eu não consigo imaginar é uma vida sem leite. Tudo bem que o leite tem bastante proteínas, mas tem bastante carboidratos também, o que o tira da lista.

Ahá! Mas na Dieta Dukan não! Você pode tomar leite e iogurte desnatados e comer laticínios magros. Não sei ao certo as quantidades, mas parece que até 2 porções está ok. É que eu só vi comentários e "como fazer" em matérias e blogs pela internet e não sei direitinho as bases da dieta do senhor Pierre Dukan - aliás, tem nome mais francês que Pierre?!

Eu comecei na 2a feira passada e a minha "fase de ataque", a que só se pode consumir proteínas, vai até depois de amanhã. Sim, se você é detalhista, deve lembrar que eu falei que comi bolo de chocolate e pizza lá na Cleusa Presentes, mas o Marcio garantiu que foi só um estímulo por ter chegado à metade do programa - na verdade, acho que ele estava é tentando acabar com o meu mau humor pela falta de carboidratos, mas tudo bem... 

Ainda não me pesei, mas estou mais confiante que da vez da dieta da sopa e do Vigilantes do Peso. A esperança é a última que morre, não é? ;)

Puxa! Indo quase todos os dias na academia, algum resultado TEM que dar. Aliás, não fomos hoje só porque o shopping onde está a academia quase pegou fogo... mas amanhã estaremos lá!

E, só entre a gente, sabe que nos meus momentos deslumbrados eu me identifico com a Kate? Deixa eu sonhar que vou ser uma noiva tão linda - e tão magra - quanto ela, vai! ;)


Cris, apostando as últimas moedas


Eu Não Consigo Emagrecer - A Verdadeira Dieta das Francesas -
Autor: Pierre Dukan
Ed. Ediouro

Contagem Regressiva: 2 meses


Imagem: GettyImages

Me dá aflição só de pensar, mas estamos na reta final dos preparativos! Dois meses! Dois míseros meses, 8 semanas, 60 dias. É muito pouco. Principalmente se comparado ao que já passamos até aqui. 

Eu juro que achava que era coisa de gente louca, que nunca iria acontecer comigo, que tudo é psicológico... mas estou bastante neurótica com os preparativos. Tudo tem que ser "para ontem", a lista de coisas para resolver em um dia nunca é totalmente ticada, os dias e as semanas passam rápido demais. Sem contar no meu humor que está totalmente instável (depois conto sobre a dieta da Kate que eu comecei!), meu despertar de madrugada para ficar pensando em detalhes, os pesadelos com atrasos e esquecimentos... ô vida, heim!

Mas tem horas que eu me sinto toda metida por "a" noiva. Que nem sábado agora que a gente foi assistir alguns casamentos na Catedral Anglicana e quase chorei quando tocou a marcha nupcial - e olha que o coral nem era tão bom quanto o Allegro. Ou a amiga do Marcio que diz que o casamento do ano não é o da Kate&William, e sim o nosso. E quando madrinhas solidárias te consolam e dão apoio às suas ideias malucas? Sem contar nas leitoras/noivas que escrevem mensagens carinhosas para a gente...

Ah... aí eu desabo!

Tão rápido, tão intenso e tão caótico. Esse finzinho dos preparativos me dá frio na barriga, mas já me dá saudades. Precoce, eu, não? ;)

Bom, vou lá ligar para o cara da iluminação... 


Cris, filosofando até bater o desespero


O que temos até agora:
- save the date
- doces
- bem casados
- convites
- roupa do noivo
- decoração da igreja
- lista de músicas da igreja
- cores da decoração do salão
- dia da noiva (e do noivo!)
- sapato do noivo


O nosso foco no momento:

- identidade visual
- presente para as madrinhas
- documentação do cartório
- caligrafar e começar a entregar os convites
- sapato da noiva


O que vem pela frente:

- bebidas alcóolicas
- chá-bar
- iluminação da igreja
- detalhezinhos que não acabam mais (não mesmo!)

Backstreet Boys - Everybody (Backstreet's Back)

15 de maio de 2011


Todo fim de ano a gente faz uma viagenzinha de fim de semana para algum hotel fazenda ou algo do gênero. E uma das coisas que a gente faz e eu até acho divertido é assistir televisão no quarto. Aí algumas pessoas podem criticar "Vocês viajam para ficar assistindo TV no quarto?!". Mas como eu não tenho o costume de assistir TV sozinha, gosto muito da companhia do Marcio para a "tarefa".

Engraçado que o Marcio gosta bastante de televisão e sempre sabe o que está pasando nos canais abertos, na teve a cabo, o que acontece nas novelas, nas séries, enfim, acho incrível como ele sabe dessas coisas todas mesmo não parando quieto em casa. E eu, só assisto os jornais da manhã, começando pelo Globo Rural... mas vamos deixar esse assunto prá lá.

Daí que nessa última viagem, assisti pela primeira vez o programa "O Melhor do Brasil" do Rodrigo Faro que passa de sábado à tarde na Rede Record.

Gente... já assistiram?! Que divertido! Hahaha... a Yumizinha diz que é trash, que eu deveria assistir outras coisas, mas eu me divirto muito! Principalmente com as "imitações" do Rodrigo Faro... Dessa primeira vez que eu assisti ele tava imitando a Shakira e toda vez que passa no rádio eu lembro dele... adoro!

E eis que ontem ele tava imitando os Backstreet Boys. É a banda (se é que se pode dizer que eles são uma banda) que mais marcou a minha época de colégio, junto com as Spice Girls, a Britney Spears, a Celine Dion, ... - vixi, me senti muito velha agora. Mas era tão legal, mas tão legal... tão legal que eu queria que tocasse na nossa festa de casamento em que minhas amigas queridas do colégio estarão presentes!

Cris: Pode tocar Backstreet Boys no casamento?
Marcio: Não.
Cris: ♫ Everyboooody! Yeah! ♪
Marcio: Não.
Cris: Nem no chá bar?
Marcio: Se for no chá bar tudo bem, vai....
Cris: ♫ Backstreet's back alright! ♪

Cris, nostálgica

Lista de Presentes


Imagem: GettyImages

Eu deveria reescrever os posts sobre as lojas de vestidos de noiva, mas vou escrever sobre a lista de presentes porque o assunto está mais fresquinho, tudo bem?

Nós já fomos convidados a mais de 50 casamentos de conhecidos nestes quase 6 anos de namoro. E, mesmo indo ou não na cerimônia/festa, a gente costuma enviar presentes para os noivos que nos convidaram. Deve ser coisa de japonês, sei lá. O Marcio comentou que normalmente, em Terra Brasilis, não precisamos enviar presentes se não vamos ao evento, seja casamento, seja aniversário ou qualquer outra festinha em que se dá algo aos anfitriões. Confere? Não sei... eu prefiro mandar presentinho sim. 

Bom, e para ajudar os convidados e os noivos, as lojas oferecem esses serviços de "Lista de Presentes", tanto disponibilizando os itens como créditos que podem ser utilizados na loja. A gente já comprou muita coisa da Camicado e da Fast Shop, mas também já compramos coisas de listas deixadas no Ponto Frio, Americanas, Pernambucanas, Tenmanya, Tok Stok, Mickey Presentes e Cleusa Presentes. 

Com certeza, a campeã é a Camicado, que tem desde saca rolhas, passando por faqueiros, eletroportáteis, lençóis, panelas e até mesmo objetos de decoração. Tudo numa loja só e na maioria dos grandes shoppings centers de São Paulo. Deve ser a loja mais completa quanto ao assunto. Só que a gente ouve muitas reclamações de amigos que deixaram a lista e lá e tiveram problemas, principalmente com trocas. Como nosso lar definitivo só ficará pronto no fim do ano (?!), preferimos não arriscar a ter presentes encalhados e amontuados pelas casas de nossos pais, já que só se pode trocar parte dos itens e o prazo é de 45 dias.

Sendo assim, escolhemos deixar nossa lista de "coisas para casa" na Cleusa Presentes que, apesar de me passar a imagem de loja metida, tem bastante variedade de marcas e preços, e peças de bom gosto. Ontem fomos à loja de Moema e fomos muito bem atendidos pelas funcionárias, todas simpáticas e atenciosas, mesmo na correria de um sábado à tarde. Fiquei muito impressionada com a paciência da Rosely que nos mostrou a loja inteira, nos deu dicas de utilidades e valores, nos ofereceu café com bolo (e pizza mais tarde!), e ficou com a gente durante 2 horas anotando tudinho com bom humor e simpatia indescritíveis. Porque, haja paciência para mostrar e explicar todos os itens de uma casa para o casal que nunca montou uma!

É... esse tipo de atendimento é um pouco mais difícil de se encontrar em lojas de shopping...

Também fizemos uma lista com eletro/eletrônicos na Fast Shop, essa sim a gente ainda só ouve elogios. Você nem precisa ir à loja, dá para fazer tudo pela internet e todos os presentes são revertidos em créditos que tem 1 ano de validade. Além disso, os créditos podem ser trocados quantas vezes forem necessários, e as entregas são agendadas. Nada mal, não é mesmo?

Mais um item ticado!


Cris


Cleusa Presentes
www.cleusapresentes.com.br

Fast Shop
www.fastshop.com.br


Camicado
www.camicado.com.br


Falta de sorte

13 de maio de 2011


Essa história de sexta-feira 13 não é brincadeira, heim...

Não sei se quem não tem conta no Blogger ficou sabendo, mas eles ficarm quase um dia todo fora do ar. Eu tinha escrito 2 posts, um sobre a Belle Sposa e outro sobre a Paris 8, daquele jeito enorme que eu escrevo, e o Blogger me faz o favor de sumir com os eles. 

Desanimador, não acham? Tô me sentindo o Charlie Brown...

- Queeeee puuuuxaaa...


Apagando incêndios

12 de maio de 2011

Imagem: GettyImages

Pessoas!

O blog está às moscas porque esta semana (só esta?!) estamos meio atrapalhados com as coisas que temos que fazer. 

Neste exato momento, estão os dois, cada um em seu micro, fazendo a lista final de convidados com os nomes do jeito que serão caligrafados. 

E isso dá um trabaaaalho! Principalmente quando você não faz ideia do nome do marido daquela amiga ou fica na dúvida se o nome daquele outro amigo tem acento ou não.

Mas logo logo voltaremos com o programação (a)normal!


Cris, de passagem


Cris Middleton

8 de maio de 2011








Eu pensava que só eu gostava dessas coisinhas, mas a Aninha também tem o anel de princesa dela!

Um é R$4, três é R$10. Numa banquinha qualquer da 25 de março.


Cris, momento realeza


Bobby McFerrin - Don't Worry Be Happy

7 de maio de 2011


Hoje é casamento da Lili. A Lili é a "irmã loira" do Marcio, como ele mesmo gosta de falar. 

Já comentei que quando nós começamos a namorar, só tínhamos dois amigos em comum, a Jú e o Edu, os nossos cupidos? E a Lili foi a primeira amiga dele que eu conheci. Teve uma época que o toque do celular dela era essa música e eu acabei associando com ela. Sim, sou super criativa. ;)

O tempo passou, a Lili conheceu o Rodrigo, o amor da vida dela, e ele a pediu em casamento enquanto nós estávamos naquela viagem para a Argentina, lembram? Por isso, a gente está a quase o mesmo tempo na loucura dos preparativos de casamento...

E hoje seremos os padrinhos da Lili e do Rodrigo e daqui a alguns dias eles serão os nossos. Duplamente compadres! Tem coisa melhor?!


Cris


Sì Moda Sposa

5 de maio de 2011


A primeira loja que fomos conhecer foi a Sì Sposa que fica numa ruazinha tranquila em Moema. Aliás, gosto muito de Moema e vivo falando para o Marcio que poderíamos morar lá, mas ele acha que tem muito trânsito a qualquer dia e hora da semana e por isso ele prefere só ser "frequentador" do bairro..

Lembro que no dia anterior eu surtei e liguei aos prantos para a Cris mãe do Spoc dizendo que não queria ir ver vestido de noiva, que estava com medo de não achar nada, que nada iria ficar bem em mim, e nhenhenhé... madrinha sofre nessas horas... e nesse dia ela não ia poder ir comigo... droga! (ok, passou)

No dia levei minha mãe e encontramos a Eriquinha e a Tati lá na loja. Na verdade, nem sei se "loja" é o termo certo porque, apesar de vender os vestidos, eles não ficam expostos em araras, mas têm uns álbuns enormes com fotos dos vestidos que a gente escolhe o modelo e as funcionárias trazem a nossa numeração para provarmos. 

A Sì Sposa trabalha basicamente com vestidos Pronovias - a super marca espanhola de vestidos de noiva - principalmente da coleção principal da marca, da coleção San Patrick e de coleções de outros estilistas como Manuel Mota. Cada uma tem propostas diferentes, mas todos são muito bem estruturados e têm caimento perfeito.

Até experimentar um vestido de noiva eu não entendia muito bem o que a Eriquinha queria dizer com "estruturado", mas lá na Sì Sposa entendi: são vestidos que modelam o corpo e se ajustam perfeitamente à sua silhueta e, apesar de serem pesados, eles não ficam caindo ou escorregando. Hummmm... é... ele tem que aguentar o casamento todo impecável, nee...

A Sì Sposa vende e aluga vestidos. Para venda, é preciso importá-lo com 6 a 8 meses de antecedência e a loja se encarrega das burocracias e dos ajustes. Para locação, existem as opções de 1o aluguel e de 2o aluguel, não mais que isso. Um segundo aluguel só é possível se houver o modelo e o tamanho compatíveis e todos os ajustes são feitos na loja.

Além dos vestidos, é possível comprar/locar véus e mantilhas que combinem com o vestido escolhido.

A loja é espaçosa e o ambiente muito chique. O atendimento é personalizado - precisa marcar horário - e super atencioso. Sim, não doeu e eu me senti noiva. Não plena, mas noiva.

Coisas que eu descobri no primeiro dia:

- fico melhor de branco do que de off white
- não fico bem com vestidos fluidos
- os vestidos de renda são interessantes
- saias volumosas têm mais cara de noiva
- o 2o aluguel é aproximadamente 50% do valor do 1o
- o véu faz tooooda a diferença

Cris  


Imagem: Sì Moda Sposa

Sì Moda Sposa
www.sisposa.com.br
sisposa@sisposa.com.br

Alameda dos Aicás, 248
Indianópolis  São Paulo  SP
Tel: 11.5051.6628 / 11.5051.6863 

Indicados categoria "Vestido de noiva"

3 de maio de 2011

Imagem: GettyImages

Já faz 5 meses depois da minha primeira experiência de provar um vestido de noiva. Finalmente retomo o assunto e conto para vocês que eu provei mais de 40 vestidos e sim, encontrei um que me deixasse feliz e satisfeita, me sentindo "a noiva".

E eu estava morrendo de medo desse item dos preparativos... sério.

As lojas indicadas pela Eriquinha foram:

Sì Sposa
Belle Sposa
Paris 8
La Novia
Latife Noivas

E eu bati pé que queria ir na Nova Noiva porque TODAS as noivas amigas minhas tiveram vestido de lá, inclusive a própria Eriquinha. Mas ela não tinha indicado a loja porque a coleção este ano não estava tão interessante quanto dos outros. E no final, nem precisamos mesmo.

Só para esclarecer, eu não fazia ideia que tipo de vestido, modelo, tecido, cor ou detalhe eu queria ou gostava. Tinha uma vaga ideia de que vestido de noiva deveria ser branco - e não off white -, que eu não fico muito bem de tomara que caia e que queria algo simples, fluido. Além disso, como casamos em julho e eu sou super friorenta, o vestido poderia ter mangas ou um bolero.

Mas a Eriquinha me fez experimentar um montão de tipos de vestidos, vários modelos, vários tecidos, vários tons de branco e eu achei isso ótimo para ter certeza do que eu gosto e não gosto, além do que fica bem ou não. Santa Eriquinha! E me acompanharam nesta saga a Tati (que trabalha com a Eriquinha), dona Amelia (a mãe da noiva) e a Cris mãe do Spoc.

Não vou dizer que foi sofrido; bem que tiveram momentos divertidos e gostosinhos. Mas não sei se faria tudo de novo não. Talvez se eu emagrecer uns 20Kg, quem sabe... se bem que depois de um tempo me acostumei com o tira e põe de vestidos de noiva e estava bem mais à vontade que no primeiro dia.

Bom, espero que se divirtam com os próximos posts sobre este assunto!


Cris, blogueira à todo vapor


Decorador escolhido

2 de maio de 2011














Sim, a Fernanda é a nossa escolhida para ambientar e decorar o Estação São Paulo para a nossa recepção de casamento. E não pensem que ela ganhou a gente assim facinho não, viu... nossos finalistas eram muito bons mesmo!

Alguns decoradores foram eliminados porque, apesar de terem arranjos exuberantes, achamos que o estilo não batia muito com o nosso. Depois de ver muitas decorações, descobrimos que temos um lado minimalista que é diferente da proposta deles. Acho que gostamos de ambientes e decoração mais clean...

A CR Decorações também foi elimnada por conta do estilo muito diferente do nosso. Achamos que a decoração era bastante tradicional e queríamos algo um pouco mais moderno. Além disso, perdeu pontos por causa da incerteza de orçamento caso aumentássemos ou diminuíssemos itens, já que eles não tem acervo próprio de móveis e objetos decorativos.

Ficamos em dúvida entre Mariana Bassi, Marcella Pastore e Fernanda Rocco. Adoramos as três, os estilos delas nos agradam bastante e, para complicar mais ainda, o orçamento que elas nos passaram eram muito parecidos. Ponto para as três no que se refere à honestidade - e bom senso - nos valores praticados.

As três são profissionais muito atenciosas, simpáticas e de muito bom gosto. A gente gosta do trabalho de todas. O preço delas é quase o mesmo. Assim fica difícil, não acham? Temos certeza que, mesmo que tivéssemos escolhido uma das outras duas eliminadas teríamos uma festa linda!

Então, o que nos levou escolher a Fernanda?

Ah... a empatia! Rolou uma química sabe? Hahaha... sem brincadeira! A Fernanda é uma pessoa alto astral, muito bem humorada, sensata, sincera e de muito bom gosto. Além disso, ela mostrou envolvimento com o nosso casamento, mesmo a gente não sabendo o que queria, mesmo a gente nem tendo fechado com ela, e tudo de forma muito sincera e com muito empenho para descobrirmos juntos o que seria a "nossa" festa ideal. 

Nos sentimos acolhidos. Porque, convenhamos, decoração é uma coisa meio abstrata, que a gente só vai descobrir no dia se está do nosso gosto ou não. Para quem trabalha com eventos e com decoração, pode ser a coisa mais óbvia e simples de se decidir, mas para quem nunca montou uma festa, ainda mais no Estação São Paulo que precisa de tudo, é uma tarefa monstro. De dar medo e desânimo por não saber por onde começar. 

E também não queríamos um "kit festa", uma decoração padrão ou qualquer coisa do gênero. Queríamos algo que fizesse os convidados se sentirem bem, como se estivessem numa extensão da nossa casa - que nem existe ainda. Algo que tivesse a nossa cara e estivesse em harmonia com todo o resto do estilo do casamento. Simples assim. E a Fernanda topou a missão!

Já nos encontramos algumas vezes e neste momento estamos tentando definir a paleta de cores que já rodou todo o círculo de cores possíveis e imagináveis. E vocês têm que ver a paciência da Fernanda com a gente - na verdade, com a noiva indecisa. Não só a Fernanda, mas a Tati e Mari que trabalham com ela também. Dá até pena delas... eu que não teria tanta paciência comigo!

Aliás, momento agradecimento do Oscar: eu sou realmente muito abençoada por ter gente tão paciente e tão legal ao meu redor nestes preparativos, a começar com o meu noivo super-hiper-mega que deveria ganhar um prêmio de noivo exemplar, a minha assessora-amiga Eriquinha que não deixa passar nem um suspiro meu para que tudo seja perfeito, e todos os fornecedores que são super atenciosos e flexíveis com as minhas "particularidades". Muito obrigada!


Cris, Oscar de noiva sortuda


OBS: Ainda tem mais alguns posts sobre decoração, mas são sobre detalhes, por isso vou "soltando" conforme der tempinho. Vou começar o assunto "vestido de noiva" esta semana que é mais interessante - e urgente para eu conseguir terminar de falar sobre tudo até o casamento! ;)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...