Atenção: Japonesa Borocoxô

14 de março de 2011
Imagem: gettyImages

Não sei se todo mundo sabe - acredito que sim - que o Marcio e eu temos olhinhos puxados. Nossos pais são importados do Japão - só a minha mãe foi falsificada em Álvares Machado, interior do estado de São Paulo, mas passa fácil por original - e temos muitos parentes que nunca sequer imaginaram sair da terra do sol nascente.

Parentes estes que, graças à Deus, estão todos são e salvos, apesar das dificuldades que o país inteiro está passando e o mundo todo está assistindo sem poder fazer muita coisa. Inclusive eu. 

E isso me incomoda. 
Incomoda porque é ruim você saber que existem pessoas sofrendo em qualquer lugar que seja, por qualquer motivo que seja e você não pode ou não consegue fazer muita coisa para amenizar isso. Doações, orações, pensamento positivo, voluntariado... parece que nada é o suficiente quando a pessoa só conseguiu salvar a sua vida.

A gente fica solidário quando acontece uma enchente aqui em São Paulo, mesmo não conhecendo as pessoas.  Ou com os conflitos no Oriente Médio, talvez. Acho que o que eu estou sentindo é algo parecido, com a diferença que há um carinho especial por aquele país tão pequenininho, onde estão minhas raízes e que influencia demais no meu jeito de ser. E do Marcio também.

Mas a vida continua. E eu, para variar, estou correndo atrás dela já que sou um pouco mais  devagar que as pessoas normais.


Cris, borocoxô


1 comentários:

Eriquinha disse...

Ai Cris...
O irmão do Marcel tb esta no Japão e ainda não tivemos noticias!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...