Queen - Don't stop me now

30 de outubro de 2010


Mais um item "garimpado" por nosso noivo curioso na internet: um video de casamento feito pelos noivos e convidados usando a música "Don't stop me now" da banda Queen. E, pelo que dá para perceber, o video foi gravado durante o casamento... não parece ser super divertido?!

Queen foi a minha banda favorita por muito tempo. Digo "foi" porque ultimamente ando sem uma "favorita" - tirando a Dreams Come True que é uma banda japonesa que eu comentei aqui. Com essa coisa de casamento eu estou revendo muitos conceitos e já nem sei mais o que eu gosto ou deixo de gostar (mas eu te amo, viu, Amorzinho!).

São músicas, cores, formas, flores, tecidos... vixi, uma infinidade de escolhas que a gente tem que fazer que eu me perco e acabo me contradizendo porque "esqueço" que não gosto de uma coisa e falo que "gosto" e vice-versa... uma histeria só!

Eu gosto do Queen, mas acho que já gostei mais. Só que quando vi esse video fiquei animada e fui procurar umas músicas deles para matar a saudade... o Freddie é o máximo e não poderiam ter feito ele parar, nee...

Don't stop me now
(Não me pare agora)

I'm having such a good time
(eu estou me divertindo)

I'm having a ball
(estou curtindo)

don't stop me now
(não me pare agora)

If you wanna have a good time just give me a call
(se você quiser se divertir, é só me ligar)

Don't stop me now ('cause I'm havin' a good time)
(não me pare agora - porque estou me divertindo)

Don't stop me now (yes I'm havin' a good time)
(não me pare agora - sim, porque estou me divertindo)

I don't want to stop at all
(eu não quero parar de jeito nenhum)

Cris, nostálgica

Multiplicai-vos

29 de outubro de 2010
 
 Imagem: Getty Images
Decorador (por eMail): "os noivos farão um investimento de aproximadamente R$ 55.000,00 (incluso: definição de layout e flores)"

Marcio: Que investimento é esse?! Preciso de apenas 92 gestantes bonitinhas para pagar isso...

Cris: Próximo!

Dia de São Judas

28 de outubro de 2010
Imagem: Paróquia Santuário São Judas Tadeu
Hoje é dia de São Judas!

Todo dia 28 é dia de São Judas, mas dia 28 de outubro é o dia oficial. Eu sei disso porque a Jú Tachibana morava bem pertinho da Igreja de São Judas e dizia que todo dia 28 era um caos de pessoas em frente à igreja que nem dava para andar direito - e que a coisa piorava em outubro.

Como São Judas é o santo das causas impossíveis, imagino que tem gente que vai lá pedir de tudo.

Eu lembro que teve um dia de São Judas que fomos eu, a Yumi e a Mari, as três encalhadas na época, na igreja pedir para desencalhar - causa que a gente achava impossível. Não sei se foi São Judas ou os outros santos e simpatias que eu fiz na mesma época, mas sei que um tempinho depois eu comecei a namorar o Marcio. A Mari e a a Yumi também arranjaram namorados.

É... São Judas faz jus à sua fama, não acha?

Estava vendo o site da Paróquia Santuário São Judas Tadeu e, olha só a modernidade: dá para fazer seu pedido online aqui! Só achei um tantinho estranho ter que preencher meu CPF... mas fica a dica para quem não vai poder ir até a igreja hoje!


Cris

Curso de Noivos

27 de outubro de 2010

























A Catedral Anglicana não tem curso de noivos. Mas pede-se que eles frequentem a celebração eucarística -  a missa - durante dez domingos. Não tem lista de presença nem cartelinha para você ganhar um carimbo provando que você compareceu aos dez domingos. Vai da consciência de cada um e eu faço "terrorismo" com o Marcio: Amorzinho! Deus está contando direitinho quantas vezes nós fomos à missa!

Brincadeirinhas a parte, acho que é interessante conhecer a igreja, o padre - no nosso caso, reverendo - e a religião pela qual vamos casar. É ótimo poder casar numa igreja bonita com uma pessoa simpática celebrando seu casamento, mas acho importante não esquecer do objetivo principal que é a oficialização da união perante  parentes e amigos, perante a sociedade e pereante Deus: afinal, é para isso que optamos por fazer cerimônia religiosa, não é mesmo?

No começo eu queria ir à missa para "cumprir" esse pré-requesito logo e ficar mais tranquila quanto às nossas obrigações, porque estou imaginando que, quanto mais próximo do dia do casamento, mais tarefas vamos ter. Mas sabe que eu até que gostei dessa história de ir à missa? Ainda tem muitas coisas que não entendo e que fico questionando quanto ao Anglicanismo e às religiões, e o Marcio sofre com minhas perguntas sem pé nem cabeça. Mas é bom você ter um horário fixo na sua semana para pensar nos seus atos e na sua vida, que nem numa terapia, nee.

No domingo passado fomos à nossa missa de número dez (eee!) e já podemos casar na Catedral Anglicana! Não sei se o Reverendo Aldo conseguiria nos reconhecer no nosso casamento... são tantos noivos! Acredita que ele já abriu a agenda para 2012?! Mas eu estou bem contente por poder conhecer um pouco mais sobre quem vai nos casar a cada missa que assistimos e pretendo continuar arrastando o Marcio aos domingos. Estou tão concentrada nesse assunto que ando cantarolando as musiquinhas da igreja durante as minhas madrugadas em claro... 

A gente costuma ir na do meio-dia porque a das oito da manhã é muito cedo para o Marcio (?!). Quando não dá, vamos na das 18:30, mas eu gosto mesmo é da missa do meio-dia porque parece que dá para aproveitar melhor o resto do domingo: já disse que somos bem diurnos? Se estiver por lá e vir um casalzinho japonês simpático é só dar um oi!, tá?


Cris
 

Indicados Categoria "Decoração"

26 de outubro de 2010

Fato é que o Estação São Paulo fica lindo de qualquer jeito. Vai ser bem fácil achar um decorador. A gente só vai precisar escolher quem consegue fazer tudo ficar com a nossa cara e do jeito que a gente nem imagina mas adora (?!).

É... talvez não seja tão fácil assim...

A Adriana Malouf, a Fernanda Rocco e a Flower People são indicações da Eriquinha. A Mariana Bassi foi indicação nossa depois de ver o Estação São Paulo decorado por ela num desses sábados de noivos e nos apaixonarmos perdidamente pelos seus arranjos coloridos, delicados e elegantes.... ai ai... *suspiro*

Estou animada com essa categoria... acho que vai ser divertido ver essas coisas!


Cris


Imagens: Getty Images
 

Segunda-feira: dia universal do início de dieta

25 de outubro de 2010

 Imagem: Getty Images
Segunda-feira eu começo a dieta!

Já nem sei quantas vezes eu mesma já disse essa frase... e imagino que não estou sozinha...

Não sei se é com todo mundo, mas de segunda-feira eu fico super hiperativa. Acho que é o peso na consciência da moleza do sábado e do domingo e quero tirar o atraso na segunda. Tanto que adoro quando tem paciente no primeiro horário de segunda - se bem que não são todos os pacientes que gostam desse horário... já liguei para a Yumizinha para a gente se encontrar de tarde e ela me fazer companhia nas mil coisas que quero fazer!

E, para animar meu "projeto noiva em forma", resolvi dar um upgrade na dieta dissociativa (oi?), aquela que não pode misturar carboidratos e proteínas na mesma refeição, com alguns princípios da dieta circadiana. Quem sou eu para resolver essas coisas?! Uma reles insatisfeita com seu peso, mas com criatividade de sobra!

Com a dieta dissociativa, eu estava comendo carboidratos até o almoço (inclusive) e proteínas à tarde e à noite. Acho que fiz isso umas duas semanas, não emagreci mas não engordei também. Aí que eu tava lendo o livro Chega de Dieta! da Daniela Jakubowicz, uma endocrinologista venezuelana e achei que poderia juntar as duas.

A dieta circadiana - ou o Método Circadiano - consiste em acelerar o metabolismo e controlar a fome e o vício em doces, ajustando o relógio biológico para emagrecer. Resumindo o livro, ele te explica a que horas do dia você pode comer o que, que significa se alimentar bem no café da manhã, para ter energia o suficiente para enfrentar o dia todo e fazer uma janta bem leve, já que à noite você dorme e gasta menos energia. Faz sentido, não acha? Aí, eu acrescentei proteínas - na verdade 30g delas - no café da manhã. Vamos ver no que dá...

Enquanto não me decido pela academia e a caralluma não chega - depois conto a saga da compra da caralluma - vou tentando ajustar meu relógio biológico com o tal método circadiano. 


Cris, hiperativa às 2as feiras


Green Day - Good Riddance (Time of Your Life)

23 de outubro de 2010


Pois então... estou escrevendo porque não quero ligar de novo para o Marcio para falar que estou  angustiada com algo que nem eu sei o que é...

Green Day não é bem um casamento hits, nee... aliás, nunca ouvi Green Day tocar em casamento, ainda mais se tem várias outras músicas deles que são mais animadas e felizes, não vai ser a melancólica Good Riddance (time of your life) que  vai conseguir um lugar no repertório...

Na verdade, eu já tinha escrito e programado o casamento hits, mas resolvi mudar de última hora, já que essa semana o Green Day esteve por aqui e eu acabei lembrando de um monte dessas coisas que a gente deixa guardado em algum lugar da memória - ou do coração, se for ficar mais bonitinho - e, quando a gente lembra, acaba trazendo junto uma enxurrada de sentimentos.

Eu conheci o Green Day por causa dessa música que um amigo me fez ouvir na época que foi lançada. Já disse várias vezes aqui que eu associo muito os sentidos, principalmente músicas e cheiros com pessoas, lugares e épocas. E vira e mexe eu falo que eu adoro ou odeio uma música simplesmente porque ela me lembra algo ou alguém.

No caso dessa música, eu me lembro de uma época da minha vida que me sentia completamente pedida. Acho que boa parte é por causa da letra que serviu como uma luva para o que eu estava sentindo quando a ouvia. E é tão engraçado prestar atenção na letra dela agora, mais de 10 anos depois, porque parece que eu entro num túnel do tempo e volto para aquela época. Ou eu sou uma pessoa bem sensível ou sou só mal resolvida...

Tá, realmente tem horas na nossa vida que temos que decidir qual caminho seguir, mesmo sem ter certeza do que estamos fazendo ou para onde estamos indo. Não tem como saber o que teria acontecido se nossas escolhas fossem diferentes: essa vai ser a sua verdade agora. Tudo bem, eu até concordo. E também concordo que, por isso mesmo, temos que aproveitar cada momento de nossas vidas e aprender com nossos erros e acertos. As coisas acontecem muito rápido e a vida passa num piscar de olhos, rapidinha, que nem a música. Mas acho que se a gente errar o caminho, pode voltar para a rua principal e tentar fazer outro melhor. Pode levar tempo, ser mais trabalhoso e fazer com que percamos muitas coisas importantes, mas deve valer mais a pena do que continuar perdido.

Another turning point
(Mais um momento decisivo)

a fork stuck in the road
(uma encruzilhada na estrada)

Time grabs you by the wrist
(O tempo te agarra pelo pulso)

directs you where to go
(te direciona para onde deve ir)

So make the best of this test
(então pegue o que tiver de melhor dessa prova)

and don't ask why
(e não pergunte porquê)

It's not a question
(isto não é uma questão)

but a lesson learned in time
(mas uma lição aprendida a tempo)

It's something unpredictable
(é algo imprevisível)

but in the end it's right
(mas no final está certo)

I hope you had the time of your life
(espero que você tenha tido o momento da sua vida)

É... é melhor voltar para a cama mesmo...


Cris

Fim de semana dos noivos

22 de outubro de 2010

 Imagem: Getty Images

Vem chegando o final de semana, eu olho os sites da Catedral Anglicana, do Allegro e a agendinha que a Denise do Estação São Paulo manda para planejar o "fim de semana dos noivos": vejo onde o Allegro vai se apresentar, quais casamentos o Reverendo Aldo vai celebrar e qual horário para ver a decoração do Estação São Paulo.

Tudo fica mais interessante quando acontece de ter o Allegro na Catedral Anglicana ou algum fornecedor - entre decoração, DJ e buffet - que contratamos ou estamos de olho na Estação São Paulo. Mas, de qualquer forma, é um ótimo passeio que fazemos para colher ideias e inspirações e ficar sonhando como será na nossa vez.

Aliás, lembrei que é bom também ir pesquisando a decoração da igreja: em janeiro podemos fechar a decoração, já que faltarão 6 meses para o casamento. Apesar de ter conversado rapidinho por telefone, as duas outras noivas do nosso dia são super simpáticas! Ainda bem! Eu mandei o link do blog... será que elas estão me lendo agora? Amanda? Mariana?


Cris

Cris vs Atividade Física

21 de outubro de 2010

Imagem: Getty Images
Como eu não gosto de fazer exercícios!

Desde os tempos de colégio, sempre fui da turma que fugia das aulas de Educação Física. Nunca entendi como podia ter gente que gostava daquela história de ir para a quadra fazer qualquer coisa que seja: correr, ginástica, jogar handball... achava uó!

Também, pudera: eu sou muito descoordenada para fazer qualquer atividade física. Se me mandam jogar vôlei, mal consigo fazer a bola passar para o outro lado da rede; se é basquete, não consigo bater bola duas vezes seguidas antes dela sair rolando para o outro lado; se me põe para correr atrás da bola, ou eu tropeço nela ou a gente vai para o nada; se me põe no gol, eu me esquivo quando vem a bola com medo que ela me acerte - mas ela acaba acertando o gol, nee...

... enfim, não dá. Nem sei como consegui tirar carteira de motorista... e dirijo por aí! Olha o perigo...

Bom, outra coisa que me incomoda nos exercícios é que eu suo muito. Se só de andar no sol já tenho que pegar um lencinho para não ficar pingando, imagina quando estou fazendo um exercício físico! Vixi... eu fico inconformada com o Marcio que pode correr uma maratona que ainda vai estar sequinho, como se nada tivesse acontecido.
 
Mas a Cris-acupunturista-nutricionista-mãe-do-spoc (que a cada dia nomeio mais atribuições) disse que com as dietas malucas que eu faço, eu posso até não ganhar peso, mas que para emagrecer eu preciso fazer exercícios. Cinco vezes por semana, pelo menos. Eles me perseguem.

Aí eu fico num dilema só: quero ser uma noiva bonita e com tudo no lugar, mas não queria precisar me acabar na academia - sim, porque eu me canso só de pensar naqueles aparelhos todos.

Só uma única vez na minha vida eu pratiquei atividade física por um período razoável e essa atividade foi correr: essa, pelo menos, não precisa ter muita coordenação motora para fazer, nee... E eu até que gostava da coisa. Nem sei ao certo porquê. Talvez porque eu estivesse mais magra e mais leve, o que tornava o exercício mais gostoso. Ou porque a Yumi me fazia companhia nas minhas "maratonas" pela USP, subindo a Rua do Matão no pique... afe... me canso só de lembrar. Na verdade, acho que tinha colocado na cabeça que ia correr para ficar bonita e saudável, coisa que eu não estava me achando.

Tudo bem que agora também não estou me achando nada bonita, tampouco saudável. E tenho um objetivo importante o suficiente que é me sentir bem no dia do nosso casamento. Mas, e a força de vontade, heim? Cadê? Não vai ter dieta, ginástica, academia ou companhia milagrosa que resolva isso se eu não me empenhar. Eu sei.

Eu sei... mas eu ainda não me animei... que caia uma inspiração divina na minha cabeça, por favor!!

Cabruuuum!!


Cris, histericando

DJ/Banda escolhido

20 de outubro de 2010
Imagem: Getty Images
Enfim, assinamos o contrato com o DJ. Optamos por DJ e não banda simplesmente porque DJ sai mais em conta que uma banda. Pensando agora, acho que foi uma ótima escolha já que não somos baladeiros e nossos convidados são de várias tribos - eu ainda não desisti de tentar animar os japoneses - o que é mais difícil de conseguir agradar, mas se for um bom DJ, daqueles que consegue sentir o público e tocar a música certa na hora certa, a pista irá bombar. Assim espero!

Tarararan! E o nosso escolhido foi a DB2 Produção! Eee!

Por quê? Ah... por muitos motivos:

- melhor custo benefício dos orçamentos pedidos;
- ser parceiro do Bônus Multiplicador do Social (que nos rendeu um super bônus!);
- ótima recomendação de vários fornecedores;
- simpatia e animação, além do profissionalismo, do Diego e da Paula.

Como a gente comentou, este é um item um tanto abstrato que só vamos conhecer no dia da festa. Então, estamos confiando muito nas opiniões e sugestões que recebemos, e é claro, na nossa intuição que não falha - só se confunde de vez em quando...

Próximo item da lista: decoração do salão!


Cris

Horário de verão

19 de outubro de 2010

Imagens: Getty Images
Meu relógio biológico - que já não é muito regulado - ainda não conseguiu se adaptar ao horário de verão... tô quase trocando o dia pela noite...


Cris, devagar

Contagem Regressiva: 9 meses

18 de outubro de 2010

Imagens: Getty Images
Daqui a 9 meses estaremos casados! Praticamente uma gestação...

Teve uma vez que a gente tava conversando que o planejamento do casamento parece uma gestação só que no lugar de grávidos temos noivos - tão neuróticos, eufóricos e enlouquecidos como os primeiros. Mil coisas precisam ser vistas e preparadas para o grande acontecimento que vai mudar nossas vidas, no nosso caso a cerimônia e festa de casamento e nosso novo lar.

Dá para levar uma gravidez sozinha? Sim, mas ter a ajuda e companhia do marido faz uma diferença tremenda na qualidade da coisa. E hoje em dia é muito mais seguro e até indispensável ter acompanhamento médico especializado de um obstetra desde os primeiros momentos da gestação - olha eu fazendo marketing do Marcio!

Dá para preparar um casamento sozinha? Sim, mas ter um noivo pró-ativo e empenhado torna tudo mais fácil e divertido. E a gente chegou à conclusão que a assessoria é como um obstetra: vai cuidar e orientar os noivos durante os preparativos e trabalhar para que o parto, digo, festa, seja perfeita no grande dia.

Tanto o pré-natal como a assessoria podem ser completos ou só do dia: completo no caso de um profissional que ficará a sua disposição para orientar, planejar e ajudar em todos os momentos para que tudo esteja nos conformes e no dia do acontecimento inclusive (o parto ou a festa) corra tudo da forma mais segura e agradável possível; e só do dia quando a maior parte do trabalho é feita pelos personagens principais que correm atrás de informações e profissionais diversos, conforme um roteiro geral, e no dia do evento colocam tudo nas mãos do profissional responsável por fazer com que tudo que foi preparado funcione corretamente e a coisa aconteça.

No meu caso, tenho a sorte de ter o Marcio, noivo super participativo e envolvido com a causa, que vai atrás de informações, quer saber dos detalhes, quer pesquisar para poder opinar e escolher o que vai ser melhor para nós, que me anima quando estou jururu, que escreve no blog, enfim, que vestiu a camisa e dá seu máximo para que tudo seja perfeito. 

E, claro, ter a Eriquinha que tem a programação e o evento todo na cabeça, faz o planejamento de gastos,  orçamentos, visitas, calendário e contratos para que possamos ficar tranquilos quanto à parte trabalhosa ,e às vezes até chatinha, que é pesquisar e encontrar o que é melhor para nós. Aí, sobra mais tempo para a gente se divertir vendo os detalhezinhos como topo de bolo e músicas para tocar na cerimônia.

Vocês devem achar que a gente ganha comissão da Eriquinha, de tanto que a gente fala dela, mas não ganha não - se bem que ela dá uns docinhos de vez em quando, nee... hehe... Mas a verdade é que a Eriquinha é nossa "fada-madrinha" que faz sumir qualquer possível estresse dos preparativos, tornando o processo gostoso e divertido, como deve ser.  Da mesma forma que existem muitos médicos ótimos, existem assessoras maravilhosas, principalmente em São Paulo. Acho que o importante é você encontrar alguém com quem você se identifique e confie para tornar tudo ainda mais eficiente. 

Sem querer me gabar, mas já me gabando, eu tenho muita sorte mesmo, não acha? ;)


Cris


O que temos até agora:

- coral e orquestra (da cerimônia religiosa)
- DJ/Banda


O nosso foco no momento:

- decoração do salão


O que vem pela frente:

- vestido de noiva
- detalhezinhos

JK Wedding Entrance Dance

16 de outubro de 2010


Vocês acreditam que isso aí aconteceu prá valer, num casamento de verdade, com noivos "gente como a gente"? Eu não. Mas é o que tudo indica. Os noivos Jill e Kevin, dos Estados Unidos, programaram tudo, combinaram com os padrinhos e madrinhas, e foi assim a entrada deles e do cortejo na igreja: um show!

Eles têm um site e lí no Wikipedia que eles não imaginavam que o videozinho que gravaram faria tanto sucesso na internet, resolveram tirar algum proveito dessa façanha e escolheram uma instituição de caridade para qual as pessoas que gostaram do video pudessem fazer suas doações. 

Tem também um outro video contando como seria o possível divórcio deles, usando a mesma música e no mesmo estilo dançante do primeiro - que não consegue ter a originalidade superada, claro. Mas acho tudo muito divertido e engraçadíssimo, principalmente a parte da câmera lenta... hehe...

É ótimo quando um casal consegue fazer seu casamento ficar a sua cara, não acha? No caso de Jill e Kevin, que adoram dançar e tem um senso de humor incrível, deu muito certo esse tipo de inovação. E Marcio e Cris, heim? A gente também pensa em ter um casamento que os convidados digam "Puxa! É a cara do Marcio" ou "Ah... ficou a cara da Cris!", mas ainda não tivemos uma ideia tão brilhante inusitada como Jill e Kevin. 

Mas estamos pensando sim... hummmmmm... mas aceitamos sugestões! :)


Cris

PS: A música do vídeo é "Forever" de Chris Brown, cantor que supostamente teria agredido uma ex-namorada. Por isso também, a instituição que recebe as doações é contra a violência doméstica. Então tá, nee.

Noiva maníaca

15 de outubro de 2010

Quem me conhece ou lê o Pasta Casamento há algum tempo sabe que sou uma noiva maníaca, no sentido de ter muitas manias - o outro sentido prefiro não saber... Vira e mexe tenho uma mania nova, um vício diferente, um apego do momento. A verdade é que se eu me interesso por algo, vou pensar e falar disso por um bom tempo, até que apareça outra coisa melhor.

Se você também compartilha isso, deve entender o que estou falando: a mania de ter manias. Com essa história de casamento, estou com umas manias novas: dietas, blogs e fotografia. Toda semana eu encontro algum método milagroso de emagrecimento, todo dia dou uma olhada nos vários blogs sobre casamentos e toda hora eu fico tirando fotos de tudo.

Essa questão das fotos é bem engraçada porque, para mim, foto tem que tirar da câmera e não do celular. O meu celular tem uma câmera mas, além da preguiça de conectar vários cabos para "baixar" as fotos, tenho a impressão de que fotos têm que ser tiradas de uma máquina fotográfica e não da câmera de um celular. Enfim, frescuras. O problema é quando não estou com a câmera por perto - ou ela está sem memória ou sem bateria, o que é mais frustrante. 

E quando é um momento único?  Gente... que ódio que me dá! Vejo alguma coisa, vou procurar a câmera e, quando volto, já é tarde demais. Fico imaginando se um dia eu virasse fotógrafa como o Marcio diz: Cris Rie, fotógrafa profissional! Hahaha... ia ser um fiasco! Ainda bem que tem gente que é profissional nisso e consegue clicar os melhores momentos, aqueles que a gente deixa escapar num piscar de olhos.

Mas a joaninha me esperou bonitinha enquanto eu procurava a câmera...!


Cris

Confraria de Eventos 2010

14 de outubro de 2010

Teve um dia que fomos ao Estação São Paulo e a Denise comentou de um evento que iria ter lá e que era para a gente reservar a data (save the date!). Deu um tempinho, recebemos o convite e confirmamos presença no Confraria de Eventos 2010: o Estação São Paulo estaria decorado para uma festa de casamento e vários fornecedores estariam presentes para apresentar seus serviços e produtos.

Eu estava esperando algum site publicar as fotos porque as minhas, você sabe, nee... são meia boca mesmo, nem dá para saber do que se trata, ainda mais agora que estamos sem a câmera oficial. A Veja São Paulo publicou uma reportagem com algumas fotos, mas são bem pequenas. Aliás, acredite se quiser, o Marcio conseguir achar a gente no meio da multidão. Estou com medo dessa visão biônica dele...

Foto da Vejinha: sim, estamos aí!
O evento foi surpeendente: tudo bem que eu sou a pessoa mais suspeita para falar sobre o Estação São Paulo, mas ele estava lindo, divino, maravilhoso! A gente vê o salão decorado quase todos os finais de semana, mas desde o casamento da Suzy e do Du, a gente nunca mais viu uma "festa viva", da qual participasse de verdade. Tinha lounge na entrada, bem-casados, mesa de doces, bar de capirinhas,  pista de dança, garçons passando coquetel... e um super show DB2 + Allegro + Groove Samba que não tem nem como explicar: você tem que sentir a vibração da música e da animação ao vivo para entender! A sincronia deles era incrível, de arrepiar mesmo! Quem imaginaria juntar DJ, orquestra, coral e percursão de escola de samba numa coisa só?!
 
Allegro + DB2 + Groove Samba
Lí por aí que foi uma festa para 400 pessoas com orçamento de R$200mil a R$250mil. Tudo do bom e do melhor, até um tanto exagerado se tiver tudo junto. Mas nem em sonho que vamos gastar tudo isso. Na verdade, se ganharmos a Mega-sena acumulada talvez consigamos colocar alguns itens que achamos mais interessantes. Eu achei ótimo um negócio de "identidade olfativa", da sua festa ter cheirinho - eu e minha mania com cheiros -, mas a Eriquinha disse que é um pouco perigoso pois pode confundir com o cheirinho da comida. As flores mesmo têm que ser bem escolhidas para o salão não ficar com cheiro de floricultura. Hummm... é verdade. Não podemos correr o risco de ter coquetel ao aroma de lírios, por exemplo, nee...

Falando em comida, pudemos também degustar os agridoces da Divani&Fusco que havíamos passado por não gostar de salgadoces, caipirinha de frutas vermelhas, sorvetes Rochinha, bem casados da Conceição Bem Casados expostos em uma linda cortina.... enfim, tudo muito gostoso e perfeito. No final ganhamos uma sacolinha cheia de brindes e planfletos dos fornecedores, parte bem diverida essa, porque dá para lembrar de tudo no dia seguinte. Adoro um brinde!

Sacolinha recheada de brindes
Essa historia de casar e ser noivos preparando casamento dá trabalho sim. Mas tem suas vantagens. ;)


Cris, curtindo ser noiva

Está chegando a hora....

13 de outubro de 2010


Paralelamente aos preparativos do casamento, estamos acompanhando ansiosamente a construção do prédio onde vamos morar daqui a 9 meses. 

De acordo com a programação, o apartamento será entregue em dezembro deste ano, mas sabemos que atrasos podem acontecer....

Recebi da minha amiga Roberta várias revistas de decoração de apartamento (mais ou menos 50... acho que ela ficou feliz em desfazer de todas elas). São muitas opções: tipos de piso, tinta, forro, iluminação, movéis... até parece que estamos escolhendo nossos fornecedores do casamento novamente!

Para evitar mais dores de cabeça, resolvemos ir em busca de arquiteto para desenvolver e acompanhar o projeto de arquitetura do nosso futuro lar. Será que teremos sorte de encontrar a Eriquinha versão arquiteto? O raio deve cair no mesmo lugar duas vezes!

Já combinei com a Cris para vermos isso no mês que vem, para não ficar tudo em cima da hora. Dedos cruzados!


Marcio

Obs: já comprei uma caixa de dipirona e tylenol para os imprevistos!

Brigadeiro de colher

11 de outubro de 2010

 

Esse foi a Eriquinha-super-fofa que me deu. É o mais chique que eu já comi! Tudo bem que é difícil eu achar um brigadeiro ruim, mas este é o mais gostoso ever! É cremosinho, saboroso e docinho no ponto. Eu diria até que é um creme de chocolate caro com sabor de brigadeiro. Até os granuladinhos são deliciosos e derretem na boca! Ô pecado... 

O Marcio também ganhou, mas nem deu tempo de tirar fotinha: ele adooooora essa história de brigadeiro no potinho! Duvido que tenha assessora tão bonitinha que nem a nossa!

Lá da Brigaderia do Shopping Market Place. 


Cris, de dieta sim

Counting Crows - Accidentally In Love

9 de outubro de 2010


É a música do Shrek 2! Ah... eu adoro! Ela é animada, divertida e feliz! E dá para tocar tanto na igreja como na recepção. A maioria dos casamento hits podem ser tocados nos dois mas, convenhamos, seria esquisito a Marcha Nupcial no meio da festa... ou não?

De qualquer forma, bom senso é tudo!


Cris

Google: o melhor oráculo do mundo

8 de outubro de 2010

Imagens: Getty Images
Como você coloca as coisas que quer que o Google procure? Se eu quero achar um restaurante em moema eu coloco no quadro "restaurante moema". Se tenho uma preferência fica "restaurante moema  italiano". E por aí vai.

Mas tem gente que age diferente com o Google: faz as perguntas, com interrogação e tudo! No caso do restaurante ficaria algo como "qual é o melhor restaurante de comida italiana de moema?", como se o Google fosse um oráculo mesmo. E eu descobri isso lendo o que as pessoas digitam no Google para "cair" aqui no Pasta Casamento. Algumas até acharam a resposta, mas outras deveriam reformular a pergunta, porque do jeito que está, nem o Google entende o que você quer saber.

pra que pasta foi a musica labirinto? (Oi?)
como decorar salão de casamento com teto baixo?
onde encontrar CD da orquestra Tanus? (Com o senhor Tanus!)
o que escrever em um livro sobre casamento para presentear? (Depende do estado civil da pessoa...)
como elaborar planilha de roteiro viagem Disney? (Essas coisas tem que falar com o Marcio...)
chove no mês de março? (As águas de março valem?)
devo contratar o coral e orquestra allegro? (Claro que sim!)
quanto custa um vestido da wanda borges? (aqui)
quem já casou no espaço mermier? (A gente até cogitou aqui...)
quem casou no buffet mansão cidade jardim? (aqui)
alguem ja casou no espaço onix? (aqui)
como planejar um casamento com R$15.000,00? (Tem que perguntar para a Eriquinha...)
casar no espaço do bosque lapa é caro? (aqui)
quanto custa decoração na igreja do calvario?
quanto custa um casamento na casa petra? (Essas pessoas acham que somos um banco de dados... mas tem aqui ó)
como conferir se um buffet é registrado? (Registrado onde?)
casei no buffet estação jardim é bom? (Ué? O que você achou?)
como escolher um local para meu evento? (A gente contou como escolheu aqui!)
qual o cardápio mais barato e simples para um casamento de manhã cedo? (Pão com manteiga e uma média!)

Mas tem também as pessoas que são como eu e simplesmente colocam as palavras do assunto que querem encontrar. E tem gente procurando cada coisa...

pastas para coral (Não, não temos...)
musica de casamento ooo (Viva la vida! Oooo oooo!)
casar barato em vila de rei
pastas de trabalho tous (Er... dá prá repetir?)
carnecommel (Olha aí um fã de salgadoce!)
receita de sorvete ana maria braga (Deve ser bom!)
prenda de casamento
francês uso il ou lui
receita de brownie do fred frank (Se você descobrir, conta prá gente também!)
finger food para 250 convidados
brooklin novo choveu muito 21/09/ (Ah é?)
"medidas da aliança true love vivara" (Não depende do tamanho do dedo da pessoa?)
buffet mais moderno do mundo (Hummm... não deve ser no Brasil...)
cris e paulo casamento araguari (Pode ser "cris e marcio casamento Estação São Paulo"?)
igreja mais charmosa casamento Sao Paulo (A Catedral Anglicana, ué!)
a festa foi no espaco mermier (E...?)
local bom e barato para casamento em sao paulo (A gente também procurou, mas não achou...)


Cris, se divertindo

Como escolher seu DJ/Banda

7 de outubro de 2010

Imagens: Getty Images
Sinceramente? Não sei. Se você souber, conte para nós!

A gente conheceu o trabalho de alguns DJs e uma banda. Pedimos orçamentos de mais bandas, mas como achamos meio caras - tipo o dobro do valor de um DJ - optamos por escolher entre os DJs unicamente pelo fator financeiro. Além disso, ao contratar uma banda, você fatalmente precisa de um DJ para tocar as músicas durante o jantar, a valsa e possíveis intervalos da banda, sem contar que precisa contratar alguma empresa de som/iluminação/projeção para cuidar da infraestrutura.

Na nossa escolha o que contou mesmo foi o orçamento, já que a qualidade dos indicados era incontestável por serem indicações da Eriquinha que já havia trabalhado com a maioria e comprovado a qualidade.  O custo-benefício dos equipamentos e serviços oferecidos foi primordial. Também contou o quesito "simpatia com os noivos", mas este sempre aparece nas nossas escolhas, nee.

Na dúvida, conversei com a Denise do Estação São Paulo para saber o que ela achava de nossos candidatos e ela falou muito bem de todos. Ela comentou uma vez que existem DJs que tem estilos diferentes: uns são mais "festinha", outros são mais "balada" e ainda tem aqueles que tocam de tudo. Como nós somos perdidos nesse assunto musical e temos convidados de várias tribos, optamos por um que tocasse um pouco de tudo, vendo a animação do pessoal na pista e mantendo um ritmo legal na festa. 

Acho que nesta categoria, o mais importante mesmo é a indicação de alguém que já conhece o trabalho ou se você mesmo já esteve presente em alguma festa do fornecedor, seja banda, seja DJ. Se os noivos e os convidados são baladeiros deve ser um pouquinho mais fácil porque dá para escolher um conforme seu gosto. Lembro que fomos em um casamento que a banda era a mesma do barzinho onde os noivos se conheceram! Legal, não acha?

Não vou contar quem escolhemos porque, apesar de ter comunicado, ainda não fechamos contrato... suspense... mas ter mais um item ticado da nossa lista me faz ficar mais tranquila - ou mais ansiosa por estar chegando no final dos preparativos.


Cris

Dúvida

6 de outubro de 2010

Sentimentos ruins de privação.
Sentimentos ruins de culpa.
Escolha os seus.


Cris, indecisa

BBS Produções

5 de outubro de 2010

Nosso último candidato da categoria DJ/Banda, a BBS Produções, fica na Vila Sônia, em uma travessa/paralela à Avenida Professor Francisco Morato, zona oeste de São Paulo. No carro, a gente foi comentando que os fornecedores bem que poderiam ter seus escritórios/empresas em um lugar só para facilitar. Que nem um poupatempo: um prédio grandão com seções do tipo DJs, fotógrafos, buffets... pode ser até um assunto por andar! Hahaha... será que é muita loucura? Bom, enquanto isso não acontece, vamos cruzando São Paulo atrás deles!

Fomos recebidos pelo super animado e super simpático Ricardo, um dos sócios-diretores da BBS, que explicou que a BBS é uma empresa que está há 15 anos no mercado e, portanto, é conceituadíssima e vem agradando muito os clientes. O Ricardo não toca na festa como DJ, mas ele faz questão de estar durante os preparativos e até a festa estar "encaminhada". Além disso, os DJs da BBS são contratados da empresa e não DJs freelancers como acontece em empresa maiores. Assim, é possível conhecer o DJ que vai tocar na sua festa e passar exatamente o que você quer - e não quer - para que tudo saia perfeito.

Como comentamos no início da nossa saga pelo DJ/banda, esse item é bem difícil de definir porque a gente entende lhufas sobre o assunto. Tem também a dificuldade de escolher algo abstrato como um repertório que com certeza vai fazer nossos convidados pularem de alegria ou um DJ que vai acertar em cheio o que a gente quer. Não dá para "degustar" um trabalho desse tipo, nee... A escolha do coral e orquestra fala do mesmo assunto musical, com a diferença que podemos ver o coral na igreja: no caso do DJ/Banda, não dá para pararecer no meio de um casamento para "dar uma olhadinha" no seu trabalho e as imagens são raras porque não é todo mundo que deixa que sua festa seja material de publicidade. Compreensível.

No final dessas reuniões com os fornecedores, normalmente eles perguntam que ficou tudo claro, se a gente tem alguma dúvida ou quer esclarecer algum ponto. E a Cris levanta o dedo: eu tenho uma dúvida! O Marcio e a Eriquinha devem odiar quando eu faço isso - e não é tão raro não...

Cris: Por que a gente deve escolher a BBS entre todos os cadastrados da Estação São Paulo?

Ricardo: Porque é a BBS que vai conseguir fazer uma festa super animada, do começo ao fim!

Será que eu deveria ter seguido para Recursos Humanos ao invés de Clínica? 


Cris

BBS na Estação São Paulo

BBS Produções
www.bbsproducoes.com.br

Rua Dr. Silvio Dante Bertacchi, 396
Vila Sônia  São Paulo  SP
11.3722.4244
11.3722.4222

Contato: Ricardo Baragatti 

Imagens: BBS Produções

O Natal vem vindo...

4 de outubro de 2010

... vem vindo o Natal!


Foto tirada ontem, 03 de outubro de 2010, da vitrine da Cecilia Dale do Shopping Market Place.

Tipo... já?! Faltam quase TRÊS MESES para o Natal, minha gente! Parem de encurtar o fim de ano porque ainda tem muitas coisas que a gente tem que fazer em 2010... e essa pressão psicológica cheia de luzinhas piscantes não me faz bem não...


Cris, inconformada

PS: Agora que as configurações de postagem do Blogger mudaram, consigo colocar as fotos do tamanho que eu quero... eee!! Só falta aprender a mexer todos os comandos direitinho... 

The Verve - Bittersweet Symphony

2 de outubro de 2010


Eu ensaiei bastante até decidir escrever um post sobre esta música porque, mesmo aparecendo frequentemente nos casamentos que temos assistido, o Marcio encontrou uma historinha um tanto polêmica sobre ela. Sempre esse meu noivo encontrando tudo o que deve - e o que não deve - com seu amigo Google!

Em um dos primeiros casamentos a que fomos juntos, o da Carlinha e do Priscilo, ouvimos a "versão casamentícia" de Bittersweet Symphony tocar na igreja e adoramos. Ela tem estilo melódico parecido com Viva la vida, pop com um que clássico, acho que por causa dos violinos. A melodia é muito linda mesmo e eu só tenho boas lembranças quando a ouço porque ela tocava bastante em uma das épocas mais intensas da minha vida que foi a época do vestibular.

A polêmica que o Marcio encontrou na internet é acerca da letra possivelmente catastrófica da música que não combina com a celebração de uma união. Bittersweet Symphony pode ser traduzida como Sinfonia amarga e doce e a sua letra fala do sofrimento que uma pessoa está sentindo por não encontrar um sentido para a vida. Que fique bem claro que meu inglês é tão bom quanto meu grego - aliás, alguém entende o que ele fala antes de começar a cantar? - , que não sou entendida de bandas nem da história do The Verve e que também não sou crítica de música. Só estou colocando o que eu acho e fico imaginando com a minha mente hiper criativa quando ouço a tal música.

Pelo que eu entendi, o autor diz que acha a vida uma sinfonia amarga e doce ao mesmo tempo. Bittersweet, até onde eu sei, é usado para falar de chocolate meio-amargo que mantém o sabor docinho e característico do chocolate, mas é mais denso e também tem notas de sabor amargo quando colocado na boca. Eu sei do chocolate, mas quem gosta de café adoçado deve sentir a mesma coisa. Docinho mas amargo e um tanto azedinho no final.

E sabe que eu concordo, pelo menos com esse verso da música? Tem momentos na vida que são bem amargos, que a gente perde as esperanças e fica desacreditado, sentindo um vazio enorme no peito. Quem nunca passou por isso? Have you been down? (Você já esteve mal?) E nessas horas não adianta fazer muita coisa, às vezes só o tempo mesmo para amenizar a dor. Eu tento (só tento porque conseguir são outros quinhentos) ver sempre o lado bom das coisas e acho que a letra de Bittersweet Symphony não é tão trágica assim se pensarmos que a vida tem seus momentos amargos sim, mas também tem muitos momentos doces.

Eu vejo isso pela época da minha vida em que conheci essa música. Com 17 anos e encarando o vestibular é difícil você estar de bem com a vida. Mesmo vivendo em uma família feliz, estudando em um bom colégio e com muitos bons amigos, a pressão de ter que entrar naquela faculdade, no curso que vai ser sua profissão para o resto da vida, a incerteza do que te espera, as primeiras desilusões amorosas... o suficiente para angustiar a criaturinha que está tentando sair da adolescência, não?

Engraçado que também tenho um carinho imenso - assim, enoooorme - por essa época, das bobagens no colégio, das aventuras depois da aula, das conversas até de madrugada no telefone, das musiquinhas que a gente cantava, dos sonhos de "daqui a dez anos"... eu fiz bons amigos nas outras épocas, mas dá para contar nos dedos das mãos. É... não tem como esconder o carinho especial que tenho pelos que passaram juntos por essa fase tão tumultuada, tão divertida, tão amarga e tão doce da vida...

E pensando em tudo isso, eu a colocaria no nosso casamento sim. Mas não faço tanta questão porque ela já tem seu cantinho do repertório da minha vida.


Cris, filosofando

Disfarçando presente de chá de cozinha/bar

1 de outubro de 2010
Imagens: Getty Images
Este é um post "enchendo linguiça": nada interessante muito menos útil. Mas já que eu estou tentando postar alguma coisa todo dia, o que eu consigo fotografar vira assunto para o blog - se bem que ontem foi um dia sem post, mas isso é mero detalhe...

Quando tem chá de cozinha ou chá bar, o interessante é você conseguir disfarçar o presente que vai dar para que a noiva - ou os noivos - não consigam acertar e paguem algum castigo. Porque, caso eles consigam adivinhar, quem paga o castigo é você. Convenhamos que é mais engraçado fazer os noivos pagarem castigo, não é mesmo? ;)

A Camicado, por exemplo, ajuda a disfarçar seu presente oferecendo caixas de papelão para embalar o que você comprou lá. Como eu comprei numa lojinha aqui perto de casa, nem embalagem para presente eles tinham! Aí, lá vai a noiva testar seus dotes artísticos de embalagem.

Dos presentes que eu já vi, achei super hiper legal um que a pessoa comprou uma assadeira e uma colher  grande e embrulhou no formato de uma frigideira. Não é o máximo? Quem iria adivinhar que era uma assadeira com uma colher?! Outro "truque" que eu acho bem divertido para tentar enganar os noivos é colocar coisinhas que fazem barulho dentro do presente, como guizos, sementes e clips. Você pode até chutar, mas fica na dúvida por causa do barulhinho.

E foi exatamente isso que eu quis fazer com os potes de plástico que comprei, já que esse é um item bem manjado e fácil de acertar. Tirei algumas fotos do processo todo, achando que poderia ficar legal, mas foi um tanto fail: nem dava para escutar o barulhinho dos clips de tanto jornal que coloquei. Pelo menos eles não acertaram!


Cris


Potes de plástico
Clips para fazer barulhinho
Encaixando os potes
Enchendo os potes com jornal para eles não balançarem
Potes prontos
Caixa que caiba tudo, porque se embrulhar com papel fica muito fácil
Mais jornal...
Tcharam!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...